O World Socialist Web Site e as crises de 2020

24 Dezembro 2020

Publicado originalmente em 19 de dezembro de 2020

Em 3 de janeiro de 2020, em sua primeira edição do novo ano, o World Socialist Web Site publicou uma declaração intitulada "Começa a década da revolução socialista". O título da declaração foi confirmado com uma rapidez e em um nível que nem mesmo o WSWS poderia ter previsto. Estamos chegando ao fim do ano mais significativo do ainda jovem século XXI. A pandemia de 2020 provará ser um ponto de virada histórico tão grande para este século quanto o início da Primeira Guerra Mundial, em 1914, foi para o século XX. A Primeira Guerra Mundial expôs com toda a sua brutalidade as contradições do sistema capitalista, e desencadeou a explosão de levantes revolucionários e contrarrevolucionários que definiram o século XX.

David North, membro do Conselho Editorial Internacional do World Socialist Web Site e secretário nacional do Partido Socialista pela Igualdade (Estados Unidos)

A pandemia de 2020 revelou diante do mundo inteiro o abismo econômico, social e moral irreconciliável que separa a busca capitalista do lucro das necessidades essenciais da esmagadora maioria da humanidade. Desde o início do ano, mais de 1,5 milhão de pessoas morreram após terem sido infectadas com COVID-19.

Nos Estados Unidos, o número de mortos já ultrapassou 300 mil. No centro do capitalismo mundial, aproximadamente 3 mil pessoas estão morrendo todos os dias. As Unidades de Terapia Intensiva (UTI) dos hospitais estão sendo sobrecarregadas com pacientes e, em muitas partes do país, há um perigo real de que os frágeis e tensionados sistemas de saúde entrem em colapso.

Vacinas estão sendo atualmente produzidas e distribuídas e protegerão as pessoas que as receberem. Entretanto, esse longo processo irá durar meses até que tenha qualquer impacto significativo sobre a taxa de mortalidade. Atualmente, estima-se pelo menos outras 250 mil pessoas morrerão de COVID-19 até 1º de abril nos Estados Unidos. Porém, nenhuma medida de emergência séria está sendo proposta para deter a propagação da pandemia.

O governo, as corporações, os que se beneficiam com a pandemia em Wall Street e os democratas e republicanos – mantendo a sua política de "negligência maligna" – ainda se recusam a tomar as medidas necessárias para salvar vidas – o fechamento de todos os locais de trabalho não-essenciais, o fechamento de escolas e o auxílio financeiro emergencial a todos os trabalhadores e pequenas empresas cuja renda foi atingida pela pandemia – porque o sistema capitalista coloca os lucros antes das vidas. Os oligarcas financeiros e empresariais, cujas vastas fortunas cresceram muito com a alta nas bolsas de valores, opõem-se a todas as políticas que teriam impacto negativo no mercado de ações, nos lucros empresariais e, acima de tudo, em sua riqueza pessoal.

Ao mesmo tempo em que a pandemia tem causado terríveis perdas, a democracia americana está desmoronando sob a pressão e as tensões criadas pela enorme desigualdade social. Tendo apoio significativo dentro da oligarquia empresarial-financeira, Donald Trump utilizou a presidência para suprimir a Declaração de Direitos (“Bill of Rights”) e estabelecer uma ditadura fascista.

Durante este ano de crise social e política sem precedentes, o WSWS demonstrou o seu papel decisivo e indispensável para fornecer uma cobertura inigualável dos eventos globais à classe trabalhadora. Porém, o WSWS não apenas relata os eventos; ele os analisa e explica o seu significado. O WSWS fornece uma perspectiva e um programa de ação.

Não há uma única publicação no mundo que possa comparar a sua cobertura da pandemia com a cobertura do WSWS. A sua reportagem significativa do WSWS sobre o surto da pandemia foi publicada em 24 de janeiro de 2020.

Em 25 de janeiro, o WSWS alertou: "O surgimento do Coronavirus coloca em foco uma crise de saúde que é a expressão do fracasso do sistema capitalista em fornecer soluções para as necessidades mais básicas da população".

A administração Trump e a mídia declararam, justificando a sua incapacidade de responder rápida e efetivamente à pandemia, que o escopo e a letalidade da pandemia não poderiam ter sido previstos.

Porém, esta mentira escandalosa é exposta pelos numerosos alertas e apelos por medidas emergenciais publicadas no WSWS nos primeiros dias da crise:

Em 6 de março de 2020 – quando o número total de mortes nos Estados Unidos era de apenas 15 – o WSWS já reconhecia tanto o potencial desastroso da pandemia quanto a insuficiência criminosa da resposta do governo. Nós escrevemos:

A indiferença da administração Trump à saúde da população não é melhor, e talvez seja pior, do que a postura dos faraós em relação aos seus escravos. A mídia tem gasto muito mais tempo lamentando a queda nos valores das ações em Wall Street do que com as vidas perdidas.

Em 13 de março de 2020 – quando o número total de mortes nos EUA devido à COVID-19 era de apenas 47 – o WSWS publicou uma declaração, intitulada "O capitalismo está em guerra com a sociedade", na qual advertimos: "A pandemia do coronavírus está se desenvolvendo em uma crise social, econômica e política em uma escala sem precedente".

Em 17 de março de 2020 – quando o número total de mortes nos Estados Unidos havia acabado de ultrapassar 100 – o WSWS publicou "Um Programa de Ação para a Classe Trabalhadora" publicado pelo Comitê Nacional do Partido Socialista pela Igualdade, declarando:

Nos últimos dois meses, todas as ações da Casa Branca em resposta à pandemia têm tido como único objetivo preservar os mercados financeiros. …

Tempo demais já foi perdido, mas o impacto e a extensão da pandemia dependem das respostas urgentes que podem ser tomadas agora. …

O princípio essencial que deve orientar a resposta à crise é que as necessidades dos trabalhadores devem ter prioridade absoluta e incondicional sobre todas as considerações de lucro empresarial e riqueza privada. Não se trata do que a classe dominante afirma poder pagar, mas do que as massas de pessoas necessitam.

Essas declarações, e outras dezenas que foram publicadas no decorrer do ano passado, demonstram um nível de percepção social e política que não é encontrado em nenhuma outra publicação. Elas mostram o poder extraordinário do método marxista, que é empregado pelo World Socialist Web Site. Se os avisos do WSWS tivessem sido ouvidos, centenas de milhares de vidas poderiam ter sido salvas. Porém, longe de dar ouvidos aos nossos alertas, a mídia empresarial continuou censurando o WSWS.

A resposta do WSWS à crise política nos Estados Unidos não tem sido menos perspicaz do que a sua cobertura da pandemia. No início de junho de 2020, o WSWS avaliou corretamente o significado da ameaça de Trump de invocar a Lei de Insurreição e a sua mobilização da polícia do exército para reprimir violentamente os protestos dos cidadãos. Em uma declaração publicada em 4 de junho de 2020, o WSWS declarou:

A Casa Branca é agora o centro nervoso político de uma conspiração para estabelecer uma ditadura militar, derrubar a Constituição, abolir os direitos democráticos e reprimir violentamente os protestos contra a brutalidade policial que varreram os Estados Unidos.

Além disso, em um alerta que se torna, à luz dos acontecimentos subseqüentes, extraordinariamente presciente: "Nada poderia ser mais perigoso do que pensar que a crise já passou. Ela, ao contrário, está apenas começando”.

A pandemia não é apenas uma tragédia, ela também é um aviso. A subordinação do planeta à busca do lucro e da riqueza pessoal leva ao fascismo e à catástrofe da guerra nuclear. Porém, um sentimento de resistência está se desenvolvendo em todo o mundo. A resposta criminosa das elites governantes à pandemia global está provocando uma revolta cada vez maior na classe trabalhadora internacional. O ano de 2021 será marcado pela intensificação da crise política e pela escalada da luta de classes.

Toda grande crise histórica testa os movimentos políticos e os seus programas. O WSWS, a voz do Comitê Internacional da Quarta Internacional e de seus Partidos Socialistas pela Igualdade afiliados em todo o mundo, pode afirmar, com razão, que enfrentou os muitos desafios de 2020.

Apesar dos esforços persistentes do Google, Facebook, Twitter e Reddit para suprimir o acesso ao WSWS, a análise e o programa políticos correta e clara, combinada com o seu crescente envolvimento nas lutas diárias da classe trabalhadora levaram a um crescimento significativo da audiência do WSWS. Houve uma resposta entusiasmada ao relançamento do site no dia 2 de outubro.

Em 2019, o WSWS registrou 17 milhões de visualizações. Em 2020 – restando quase duas semanas para a virada do ano novo – o WSWS registrou 21,7 milhões de visualizações, um aumento de 28%.

O número total de leitores do WSWS aumentou 41,7%. Somos especialmente gratos pelo crescimento significativo registrado pelo WSWS em todo o mundo. No Reino Unido, o número de leitores do site mais do que dobrou. Na Austrália, houve um aumento de 93% no número de leitores. Na Índia, um aumento de 67%. No Sri Lanka, um aumento de 235%. No Brasil, um aumento de 103%. Na Turquia, o número de usuários de WSWS aumentou 152%.

O crescimento do nosso público e do número total de visualizações é uma conquista significativa da qual o conselho editorial e os nossos muitos camaradas em todo o mundo, que escrevem e contribuem para a produção e publicação do site, podem se orgulhar com razão.

Mas também reconhecemos que o aumento do número de leitores reflete uma militância crescente na classe trabalhadora, que, por sua vez, colocará diante do WSWS novos e ainda maiores desafios políticos, tecnológicos e organizativos.

O WSWS está determinado a enfrentar estes desafios, mas precisamos do seu apoio. À medida que a produção, a manutenção tecnológica e a cobertura global do WSWS se tornam mais complexas, também cresce a escala dos recursos financeiros necessários para sustentar e desenvolver o site.

Por isso que lhes peço, em nome do conselho editorial do World Socialist Web Site, que façam a maior doação possível para o fundo do Ano Novo de 2021. Esta campanha do fundo, que começa hoje, irá continuar até 15 de fevereiro de 2021. Você pode fazer a sua doação agora ou fazer uma promessa para doar até 15 de fevereiro.

O dinheiro que recebermos será usado para expandir o nosso pessoal, o alcance de nossa cobertura e acompanhar o rápido desenvolvimento tecnológico da internet.

Você também pode contribuir para o sucesso da campanha do fundo e para o crescimento do público leitor do site compartilhando este vídeo e o material publicado no WSWS para os seus amigos e colegas de trabalho. Não esperamos que as plataformas de mídia corporativa desistam de seus esforços para censurar e suprimir o acesso ao WSWS. Porém, os seus esforços para trazer novos leitores para o site podem contrariar essas medidas.

Finalmente, ao fazer a sua contribuição financeira ao WSWS, peço-lhes que dêem o passo mais importante de todos. Torne-se membro do Partido Socialista pela Igualdade. Lute pela união da classe trabalhadora internacional e um mundo sem desigualdade, opressão política e guerra. Participe da luta pelo socialismo em 2021.

David North